Páginas

26 janeiro 2011

Vamos Fazer Sabão?

cComo prometido aqui fica a receita do sabão de banha.
1kg Banha de porco
200g Hidróxido de Sódio (NaOH) (vulgarmente conhecido por Soda Cáustica)
600ml Água Destilada

Passo a passo:

1- Derreter a banha até ficar completamente  líquida.
2- Num recipiente de vidro colocar a água e com muito cuidado juntar o Hidróxido de Sódio, mexendo com muito cuidado com uma vara de arames. A mistura antingirá rapidamente os 70º, 80º C.
3- Juntar a banha à mistura de água e Hidróxido de Sódio, com muito cuidado e mexendo sempre até a mistura ficar completamente homogénea e já não mostrar sinais de desligar.
4- Verter a mistura para os moldes e esperar 24 horas até desenformar.
5- Depois de desenformados devem ser deixados a curar  de 4 a 6 semanas. Só aí a reacção química estará terminada. Não deixe os sabões a curar ao alcance das crianças.
6- Terminada a cura estão prontos a ser usados.

Regras de Segurança - Muito Importante:

1- Usar apenas utensílios de vidro, aço inoxidável e ou madeira. Os utensílios utilizados para este fim, de preferência (especiamente os de madeira), não devem voltar a ser utilizados para a confecção de alimentos.
2- Nunca utilizar utensílios de alumínio, nem de teflon.
3- Proteja as mãos com luvas e os olhos com óculos próprios.
4- Não respire a mistura, pois esta liberta gases tóxicos e tenha a área de trabalho muito bem ventilada.
5- Tenha sempre à mão vinagre. Se alguma gota da mistura entrar em contacto com a pele deverá ser de imediato neutralizada com vinagre.
6- As formas podem ser, por exemplo, fundos de garrafa de água, caixas de ovos, caixas de cartão, etc... Também aqui não se devem usar formas de alumínio, nem de teflon.
7- Na lavagem dos utensílios utilizados, utilize também o vinagre como neutralizador.

Tenha em atenção que a quantidade de Hidróxido de Sódio a utilizar varia consoante a gordura utilizada. Por isso a quantidades referidas nesta receita são apenas para a Banha de porco e não para outras gorduras, sejam elas animais ou vegetais.

Boas experiências!

20 comentários:

  1. Olá Luísa,
    Onde se vende o NaO?E é em pó ou líquido?

    Para pigmentar o sabão como se faz?

    Uma sugestão: Mexer a mistura com uma vareta de vidro até homogeneizar (se tiverem).

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Libelinha: Vende-se em drogarias (por exemplo), por vezes em alguns supermercados também há.
    Quanto à vareta de vidro, penso que dificilmente funcionaria, visto que a mistura fica bastante espessa. Um varinha mágica seria o ideal.
    Quanto a corantes, não fiz ainda nenhuma experiência. Quando fizer depois partilho.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela receita. Fica aqui anotada;)

    ResponderEliminar
  4. Desculpa Luísa, não me lembrei da gordura :)). Estava habituada a utilizar o NaOH só com água :)

    Obrigada pela partilha

    ResponderEliminar
  5. Como sempre, grandes partilhas!!!
    Obrigada Luísa.

    ResponderEliminar
  6. Muito obrigada pela receita! Mais um projecto para a minha lista de coisas a fazer. :)

    ResponderEliminar
  7. Vamos pois!

    Obrigada pela partilha ;)

    ResponderEliminar
  8. A bem dizer que prefiro o sabão de azeite :( Banha de porco soa-me mal :(
    Bem, mas o meu proposito é outro. Queria que fosses ao meu blog (p.f.) ver um artigo que te deve interessar. A ti a toda a gente que tem filhos (e não só). O artigo diz respeito ao ressuscitar duma rubrica antiga do PPP = 1 filme - 1 prato.
    Mas mais que isso é um filme de animação. E mais que isso fala dum livro fantástico de 1978 que deu origem ao filme e que publiquei juntamente o link, onde podes visualizar o livro todo!
    Pronto, já disse tudo mas mesmo assim vale a pena lá ires pois é um livro de sonho (hiper criativo)!
    Beijinhos,
    Rute

    ResponderEliminar
  9. Obrigada a todas pelas vossas palavras :-D

    Rute: Tens razão soa um bocadinho estranho. Mas o sabão é muito bom, super suave e limpa muitíssimo bem. :-D

    ResponderEliminar
  10. Ena...nunca pensei que a fabricação de sabão fosse uma actividade tão perigosa!

    Acho que vou esperar pelo próximo sorteio...! Descarada, eu?! ( Fiuuu,fiuuuu- eu a assobiar para o lado):)

    ResponderEliminar
  11. Olá, Luísa!

    Recebi hoje o teu sabão!
    Muito obrigada, pelo sabão e pelas tuas palavras tão gentis. Obrigada!!!!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Olá Luísa!!

    Sempre a magicar heim!

    Tens muito jeito para fabricar os sabões e ficam ótimos.
    Tenho muito medo de manusear estes produtos com a Pimentinha por perto, já sabes como ela é, "caso de polícia!".

    Precisava assim de vizinhas prendadas para aprender umas coisas.
    Mas aqui em Lisboa? Hahahaha.

    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  13. Olá Luisa, recebi ontem o Sabão juntamente com o cartãozinho!
    Obrigada! Ainda nem o abri pois adorei a embalagem. Assim que o experimentar partilho aqui no blog.
    Aqui está o meu sabão voador:
    http://tralhasdocesecompanhia.blogspot.com/2011/01/sabao-voador-chegou-ontem.html

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Olá Luísa,

    Passei por aqui para te dar os parabens pelo blog, é super interessante. Só o descobri há pouco tempo mas tenho retirado boas ideias e inspiracao para continuar a fazer algumas experiencias em casa. É uma satisfacao enorme conseguir alternativas aos detergentes e produtos de higiene do mercado, nao é? Além de económico, é muito mais saudavel e "verde".

    Só tenho pena de ter tantas dificuldades em encontrar alguns dos ingredientes que sao necessários, mas... quem corre por gosto nao cansa!

    Um bom fim de semana e venham de lá mais boas ideias!

    Paula M.

    ResponderEliminar
  15. Fernanda: Nada descarada ;-) Sincera!

    Hazel: Que bom Hazel, espero que gostes!

    Patrícia: Pis é com os pequenos à volta é complicado. Eu estas experiências, a maioria das vezes, faço enquanto eles dormem.

    Andreia: Espero mesmo que gostes do sabão. Depois conta.

    Paula M. : Obrigada pela tua visita e pelas tuas palavras.
    É verdade os produtos feitos em casa são muito mais económicos e o mais importante que tudo, bons para o ambiente. Tens dificuldade a encontrar que ingredientes? Diz-me quais, pode ser que te possa ajudar.

    ResponderEliminar
  16. Olá Luísa!
    Obrigado pela receita do sabão, veio mesmo a calhar depois da reportagem do Biosfera (rtp2) desta semana sobre os parabenos nos produtos de higiene.
    Para resolver o problema da Rute com a banha de porco, sei que para os lados de Vila Flor o pessoal aromatiza azeite com ervas para fazer um sabão especial para lavar o cabelo.
    Fica aqui a dica :)

    ResponderEliminar
  17. Não vi essa reportagem. Talvez consiga ver on-line.

    Quanto ao sabão de azeite, também já fizemos cá por casa e ficou igualmente magnífico.:-D

    ResponderEliminar
  18. Olá novamente,
    Obrigada pela tua resposta e ajuda!

    Pois tenho imensa (leia-se: imeeeeeeeeeeensa!!!!) dificuldade em encontrar ingredientes, mas pelo facto de estar a viver fora de Portugal e nao encontrar nada por aqui onde estou.

    Por exemplo: o unico produto natural que encontrei (nao está relacionado com o post) foram nozes de saponária, quase ao dobro do preco praticado em Portugal.

    Agradeco a tua oferta de ajuda! Eu sei que posso emcomendar pela net, mas os portes de envio encarecem imenso os artigos. Guardo uma lista de produtos a encontrar para a minha próxima ida a Portugal!

    Vou continuar por aqui, o teu blog é um incentivo.(desculpa mas nao tenho til nem cedilhas no teclado)

    Quando se comeca, quanto mais se experimenta e le sobre as possibilidades saudáveis e alternativas, nao se consegue parar. Acho que nao dá mesmo para continuar a ver a vida do mesmo
    modo.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  19. Paula M. é isso mesmo quando se começa não se consegue parar. Obrigada pelas tuas palavras, encorajadoras. Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Olá Luísa! Estou a começar a pensar em fazer o meu próprio sabão e utilizá-lo na máquina de lavar roupa. O teu blogue tem sido muito informativo! Gostava só de saber se devo continuar a usar pastilhas anti-calcário (em Lisboa a água é bastante dura, não é?) ou se haverá algum substituto que seja mais amigo do ambiente. Muito obrigada! :)

    ResponderEliminar