Páginas

28 agosto 2015

Há 5 Anos a Viver no Campo

Faz hoje 5 anos que dormimos pela primeira vez na nossa casa. Cinco anos de vida no campo.

As crianças cresceram e a vegetação também!
A foto de cima foi tirada hoje, tem ela 9 anos e meio e ele quase, quase 8 (faz anos na próxima segunda). A debaixo foi tirada em Março de 2009 poucos dias depois da escritura do terreno, tinha ela 3 anos e ele 1 ano e meio.
O nosso terreno fica do lado direito da estrada, na foto debaixo é fácil de distinguir porque está lavrado. A árvore "minúscula" do nosso terreno já está tão grande que este outono vai dar para construir uma casa na árvore (projecto do pai e dos filhos).

Ao fim de cinco anos a morar no campo o balanço é muito positivo. Não podíamos ter feito melhor escolha de vida.
Venham muitos mais!


24 agosto 2015

"Jardim" Zen

Hoje na praia, as crianças espontaneamente criaram um "jardim" zen, apesar de nunca terem visto ou ouvido falar de um antes. Com o ancinho pentearam longamente a areia desenhando um "infinito" que foram decorando, em equipa, com pedras à medida  que o desenho se ia formando.
O que achei mais curioso nem foi tanto o terem criado o "jardim" mas antes ter sido esta a forma que eles encontraram para acalmar a ansiedade de um inicio de dia com notícias inesperadas e que causaram algum stress. 


Acredito que, tal como as crianças, também os adultos quando escutam as suas necessidades mais íntimas encontram soluções harmónicas que proporcionam bem estar. Para mim nos últimos e próximos tempos é estar mais ausente da internet, uma espécie de mini férias. A informação sem fim, especialmente das redes sociais, sobrecarrega-me e invariavelmente dá-me vontade de me afastar. Vou continuar a apreciar os dias calmos de fim de verão, oscilando entre "fazer o inverno" ( conservar a fruta e legumes da horta ) e a praia.
Mais uns dias e voltarei com a despensa recheada e as energias recompostas.

19 agosto 2015

Água Mel

Quem conhece a Água Mel?
A Água Mel é feita com os favos de mel depois de escorrido o mel e água, daí o seu nome.
Quando era criança adorava Água Mel. A minha avó costumava fazê-la e por isso havia sempre Água Mel em casa.
Quando os meus avós deixaram de ter colmeias, houve ainda um tio-avô que ia dando um frasquinho de vez em quando, até que a Água Mel se sumiu da minha vida.
Fiquei agora a saber, no blog Monte do Mel, que directivas europeias baniram esta tradicional iguaria, proibindo a sua comercialização.
Quando há pouco tempo recolhemos o mel das nossas abelhas recordei-me da Água Mel e com a preciosa ajuda da minha mãe fizemos Água Mel.
A receita da minha avó é muito semelhante à do Monte do Mel (a única que encontrei on-line) apenas o tempo de repouso é menor (aproximadamente uma hora) e não se junta especiarias (erva doce e canela).
Vale bem a pena espreitar a receita do Monte do Mel, a explicação está excelente, com todo o processo explicado detalhadamente.

A nossa Água Mel ficou uma delicia! 


Papoilas, Pampilho e Feto

As novas chegadas à loja  da Horta Encantada.



18 agosto 2015

A Magia da Lã

Não tenho palavras para agradecer à minha querida Isabel, d'Os Felizes Aprendizes, ter-me dado hoje uma curso intensivo de como cardar e fiar a lã (do vizinho). E esta incrível mulher ainda me fez um fuso com pauzinhos chineses e elásticos. Adorei!




Três Mulheres Especiais

Antes de abrir a loja, num encontro de amigas, todas elas mulheres especiais e que de alguma forma ou de outra estão ligadas a mim para a eternidade, resolvi oferecer-lhes os meus primeiros exemplares terminados das minhas impressões vegetais.
Para mulheres especiais trabalhos especiais.
Da esquerda para a direita:
- A fazer lembrar o bosque, impressão de carvalho, aveleira e papoila.
- Pampilho ou Olho de Boi (Este foi o resultado final da Foto do Dia)
- A singeleza das folhas de abacateiro.





17 agosto 2015

Primeira Encomenda

Calculo que o primeiro cliente seja sempre um marco! Para mim foi, ou melhor está a ser!
Como tal fica aqui registado o envio da primeira encomenda que seguiu hoje no correio.
Tenho de agradecer o interesse e a confiança demonstrada em mim e no meu trabalho.
Muito obrigada!




16 agosto 2015

Os Dias da Horta Encantada

Este mês tem sido super atarefado. O tempo não tem chegado para tudo o que gostaríamos de fazer.
Temos feito e recebido visitas, de familiares e amigos. Um corre, corre sem fim para aproveitar bem todos os bocadinhos perto daqueles que gostamos. Temos de aproveitar a época das férias, altura em que todos estão mais libertos, para estarmos juntos! Matarmos as saudades e pormos as conversas, sem fim, em dia (ou quase!).

Ontem fomos "combater" ao lado de D. Nuno Álvares Pereira, na Batalha de Aljubarrota. Em Aljubarrota, todos os anos no aniversário da batalha, fazem uma Feira Medieval e uma recriação da batalha que nos deu a vitória sobre os castelhanos em 14 de Agosto de 1385. Pelas ruas da vila medieval, como não podia deixar de ser, existem criações da famosa Padeira de Aljubarrota (penso ser a personagem mais apreciada pelas crianças cá de casa ) entre inúmeras atracções que valem bem a pena ver. Tudo isto regado com hidromel para dar ainda mais alegria à festa!  



Mas antes da batalha e da feira medieval houve ainda tempo de ir visitar o lindíssimo Mosteiro da Batalha e deixarmo-nos encantar e espantar pela luz dos vitrais e das mensagens "escondidas" nas pedras. 


Depois de tanto corrupio, hoje foi dia de descanso... O tempo ajudou, chuviscou o dia todo e ficámos descansadamente recolhidos aqui pela Horta Encantada.
A luz dos dias já começou a mudar, ao final do dia, o doirado do outono, começa calmamente a anunciar-se.
Outono, a minha estação favorita, venha ele!

12 agosto 2015

Dia Calmo Aqui Pelo Campo

Hoje foi dia de calmaria depois da agitação do dia de ontem.
Houve tempo para tudo até para calmamente namoriscar um bocadinho com os meus livros novos  (presente de aniversário). Cheirá-los, desfolhá-los, lê-los, senti-los. Hélia Correia e Frances Hodgson Burnett. 
Entre muitas outras coisas também houve tempo para continuar a lavar a lã.
Parte da lavada, está a escorrer na cesta da foto. Depois vai ter que secar ao Sol (vamos lá ver se o tempo do Oeste ajuda).
A minha mãe tem-me ajudado nesta tarefa da lavagem e graças a isso já falta pouco.
Ainda não sei o que vamos fazer com toda esta lã, tenho de começar a procurar inspiração.

11 agosto 2015

Loja Aberta!

Novo desafio iniciado!
Ainda com muito trabalho pela frente, mas o primeiro passo está dado e a loja mas já está no ar.
No topo da página da Horta Encantada do Facebook passou a figurar um botão de "Comprar agora" que liga diretamente com a loja. Aqui no blog farei criarei também uma ligação.
A loja está alojada no Tictail e o endereço é:
http://ahortaencantada.tictail.com/
Visitem e digam-me o acham!




365 de 365 Dias da Horta Encantada

Chega hoje ao fim o desafio que me coloquei há precisamente um ano, no dia do meu aniversário. O compromisso de colocar todos os dias, durante 365 dias, qualquer coisa que me iluminasse os dias obrigou-me a olhar o mundo com outros olhos. A procurar a beleza da vida nas pequenas coisas do meu dia-a-dia porque ela está sempre presente, mesmo nos dias mais cinzentos.
Foi um ano complicado, nem todos os dias foram fáceis, mas o hábito de procurar a luz dos dias tornou-se uma constante e uma fonte de harmonia para mim. Assim quero continuar.

Gosto de datas especiais para me propor desafios e por isso início hoje mais um desafio que vai ser lançado mais logo ao final do dia. Durante este ano procurei harmonia não só no que olho mas também no que faço e dediquei uma pequenina parte dos meus dias a fazer coisas que me preenchessem. Como a impressão com plantas que tenho partilhado aqui no blog e outras coisas que ainda não mostrei mas que talvez, a seu tempo, o faça. Um dos problemas da criação é mantermos tudo o que criamos, chega a um ponto que é impossível. Temos, tal como os filhos, de deixar ir grande parte das nossas criações. Surgiu assim a ideia de criar uma pequenina loja virtual que espero que cresça com o tempo. A loja, ainda a meio gás, é aberta hoje porque os desafios tem datas para se cumprir!
Para a loja a minha filha criou este logotipo, do qual eu gosto muito!
Mais logo, estão todos convidados para a inauguração!
Agradeço a todos os visitantes da Horta Encantada, é um prazer ter-vos por cá!

Há 47 anos, nasci em Évora num intenso dia de calor!
Hoje é o meu dia!

10 agosto 2015

A Lã do Vizinho

Morar no campo é ter o nosso vizinho, logo pela manhã, a oferecer-nos duas sacas de lã, acabada de tosquiar, das suas ovelhas. 
Tudo isto porque quando eu soube que ele ia tosquiar as ovelhas lhe pedi um bocadinho da lã para feltrar com as crianças e fazermos umas bolinhas.
Ele, como pelos vistos, iria deitá-la fora, deu-me a lã toda.
Agora tenho aqui lã que nunca mais acaba.
Começámos hoje a lavá-la. 



364 de 365 Dias da Horta Encantada

Penúltimo dia do meu desafio. Passou rápido o tempo...


09 agosto 2015

363 de 365 Dias da Horta Encantada

Está calor! Muito calor!
O calor convida a descansar e por isso não o contrariámos. Hoje foi dia de relaxar à sombra!
(A frescura dada pela foto é da nascente do rio Almonda) 

08 agosto 2015

362 de 365 Dias da Horta Encantada

Viajámos no tempo! Fomos visitar o Museu Ferroviário do Entroncamento.
Uma excelente visita para os mais pequenos, mas também para os mais velhos.  Eles aprenderam e eu recordei. Dei por mim a pensar como tem passado rápido o tempo e que estranho é encontrar coisas que faziam, ainda há relativamente pouco tempo, parte do nosso mundo e que tão depressa se tornaram obsoletas e artigos de museu.

Ainda sou do tempo em que nem todos os meus colegas tinham telefone em casa, agora todos temos o mundo na palma da mão.
Tantas mudanças, nos mais diversos aspectos das nossas vidas, em tão curto espaço de tempo! 



   



06 agosto 2015

360 de 365 Dias da Horta Encantada

Quando as crianças brincam

Quando as crianças brincam 
E eu as oiço brincar, 
Qualquer coisa em minha alma 
Começa a se alegrar.

E toda aquela infância 
Que não tive me vem, 
Numa onda de alegria 
Que não foi de ninguém.

Se quem fui é enigma, 
E quem serei visão, 
Quem sou ao menos sinta 
Isto no coração.

Fernando Pessoa 5-9-1933

05 agosto 2015

359 de 365 Dias da Horta Encantada

"I believe I can fly
I believe I can touch the sky
I think about it every night and day
Spread my wings and fly away
I believe I can soar
I see me running through that open door
I believe I can fly
I believe I can fly
I believe I can fly"

I believe I can fly
R. Kelly

04 agosto 2015

358 de 365 Dias da Horta Encantada

São tão bons os dias que matamos saudades de quem gostamos. Que sortuda sou por nos últimos tempos ter tido alguns destes dias. Hoje foi mais um deles!
Abraços apertados e coração grande! 


Foto do dia

No passado dia 22 de junho tive esta foto, de um dos meus trabalhos, considerada foto da semana pela revista No Serial Numbers. Entre tantos trabalhos ser o meu o escolhido encheu-me de orgulho. 


03 agosto 2015

História de Portugal

Depois de desligar o telefone deixei escapar uma exclamação em tom de desagrado.
Ela sempre atenta perguntou:
- O que foi mamã?
- Telefonei para um alfarrabista, porque queria comprar um livro de História de Portugal, para aprendermos as histórias do nosso país. Mas venderam-no há dois dias... e não consigo encontrá-lo em mais lado nenhum.  (falo sempre em nós, porque a verdade é que não são só eles que aprendem eu também)
Ela olhou-me com espanto e disse-me, como se fosse a coisa mais natural do mundo:
- Então faz um!
Olhei para ela espantada, nunca tal coisa me tinha passado pela cabeça. Mas a verdade é que é uma excelente ideia.
- Que boa ideia! Nunca tinha pensado nisso!
- Podemos ir fazendo um à medida que vamos estudando! - acrescentou ela.

Assim ficou planeado! Vamos fazer um livro, mesmo que seja só para "consumo" interno, sobre a História de Portugal.

Mas, ainda assim, se alguém que nos visita nos quiser vender, trocar ou emprestar o livro de Rómulo de Carvalho "As Origens de Portugal - História contada a uma criança" agradecemos. 

Esta imagem é de uma das inúmeras representações que eles adoram fazer. Neste caso sobre o assassinato de Viriato. O A. fazia o papel do General Romano Gaius Julius Caesar ela de entrevistadora (como se fosse possível naquela época ;-) ) 




357 de 365 Dias da Horta Encantada

No quintal, com uma montanha de manuais escolares, livros, folhas, canetas e agenda comecei hoje a preparar o nosso ano letivo em Ensino Doméstico. A L. e o A. quiseram ajudar-me e fizeram uma longa lista de locais a visitar. Desde um possível Jardim Zoológico de Lisboa a uma praticamente impossível Disneyland de Paris. Mas desejos são desejos, mesmo que se fique só pelo sonho. Vale sempre a pena sonhar, como dizia António Gedeão, na sua Pedra Filosofal,  "o sonho comanda a vida". 








02 agosto 2015

Ritos da Terra

Ontem foram as festividades do mar, hoje as da terra com a Benção dos Tratores.
Continuo a espantar-me com a vida do campo!



356 de 365 Dias da Horta Encantada

Chegou o verão ao Oeste! 
Descansar e refrescar a alma  na Lagoa de Óbidos...  

Ritos do Mar

Aos primeiros minutos da madrugada fazíamos o caminho do Cabo Carvoeiro, por mar. Juntámo-nos à procissão anual dos barcos de Peniche em honra da sua santa padroeira Nossa Senhora da Boa Viagem.
Desde que a minha vida passou a estar ligada ao Oeste que quis ver esta lindíssima procissão, este ano foi a primeira vez. Estava uma noite, pouco usual em Peniche, de céu limpo e Lua cheia. Este enquadramento celeste, dava uma magia transcendental, muito especial, à procissão.
Os barcos enfeitados navegavam alegremente pelo porto à espera da hora. O primeiro barco a sair do porto, honra atribuída àquele que tenha tido a maior pescaria anual,  transportava a imagem da Nossa Senhora da Boa Viagem, depois seguiram todos os outros em fila. Foi-se até ao Cabo e voltou-se até ao porto devolvendo a imagem da santa padroeira a salvo, a terra. Em terra, milhares de pessoas, espalhadas ao longa da costa, observam a procissão. Durante toda a procissão foram lançados foguetes e no final houve um grande fogo de artificio.
Uma noite memorável!
A L. e o A. observaram tudo com olhos espantados. Os do A., embalados pelas ondas, acabaram por se fechar ainda a caminho do Cabo. A L. resistiu até ao fim.
Estas foram algumas das fotografias que consegui tirar, que não fazem jus à beleza da festa do mar.





01 agosto 2015

31 julho 2015

354 de 365 Dias da Horta Encantada

De cada vez que vou à praia adoro recolher tudo que me chama a atenção na areia. Pedrinhas, conchinhas, penas, pedaços de loiça rolada no mar, pedaços de madeira e Lágrimas de Sereia. 
No último dia que fomos à praia o mar deve ter remexido o fundo porque o areal estava coberto de pedras onde habitualmente só se encontra areia. As sereias devem ter chorado muito nessa noite porque juntamente com as pedras havia muitas Lágrimas de Sereia. Recolhi as que consegui e trouxe-as para casa. Hoje foi dia de as observar e descobrir entre os castanhos, brancos, transparentes e verdes um precioso vidro azul.    



30 julho 2015

353 de 365 Dias da Horta Encantada

Aquele momento em que descubro um segredo da natureza que me deixa eléctrica.
Percorro toda a casa a juntar os exemplares que tenho para confirmar a descoberta.
Confirmo que todos os búzios que temos em casa, marinhos ou terrestres (mesmo os fósseis), tem a sua espiral no sentido do ponteiro dos relógios.
Agora a pergunta seguinte. Porquê? Alguém sabe? Eu não...


O "Silêncio" da Noite

O "silêncio" da noite esconde uma magnífica sinfonia...
video