Páginas

18 janeiro 2011

O Fumeiro

No nosso fumeiro já estiveram as chouriças e as farinheiras.
Agora está o presunto, que antes passou 15 dias na salga. Depois de fumado irá curar durante uns meses.
O nosso fumeiro, cujo o acesso é feito pela pequena porta do lado esquerdo, está junto do abrigo da lenha, do forno e do grelhador. Tem sido o meu pai e o Z. a construir este conjunto nos bocadinhos de tempo livre que vão arranjando.
O fumeiro tem uma parede exterior e o tecto em madeira para permitir a circulação do ar. No chão tem uma parte de tijolo refractário, onde é feito o lume. No tecto estão os paus onde são pendurados os enchidos.
Depois do lume aceso, no exterior, começa a ver-se o fumo a sair entre as telhas. 

20 comentários:

  1. que coisa boa amiga,e que saudades do tempo da minha avó,bjokinhass

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha Luísa, esses enchidos devem ir ficar com um sabor divinal...
    Um grande beijinho cheio de saudades.

    ResponderEliminar
  3. Olha nunca tinha visto um fumeiro.
    Sempre a aprender contigo!

    ResponderEliminar
  4. A tua horta é muito completa!... Cada vez gosto mais de vir aqui visitar-te.

    um grande beijinho

    notinha: se houver "concurso" para um enchido eu quero participar :)

    ResponderEliminar
  5. Também nunca tinha visto um fumeiro e já disse que adoro o teu blogue? :)

    O meu marido quando viu os enchidos disse logo "Temos de arranjar uma casinha para nós e uma horta!" Ai... a ver vamos. :)

    Um grande beijinho e ando a ver as marcas de pano que indicaste. ;)

    ResponderEliminar
  6. Que belos enchidos tens aí Luisa!
    Que delicia é poder fazer em casa e consumir o nosso proprio trabalho.Parabens pelo fumeiro eu so tinha visto numa casa alentejana por cima da lareira ...

    Bjokas,

    Rita

    ResponderEliminar
  7. Que maravilha Luísa!

    Vão ficar uma beleza estes fumeiros.
    São os luxos da vida no campo.

    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  8. A minha mãe tem é por cima da bancada onde tá o forno a lenha e um grelhador.
    mas realmente fazer todas estas coisa sem casa é muito bom.
    Os teus enchidos estão com um aspecto maravilhoso

    bjs

    ResponderEliminar
  9. Olá Luisa,
    Vim aqui parar através da Patricia, muito interessante o teu blog!
    O nosso fumeiro ficava ao lado do forno do pão e adorava lá estar, não só pelo cheiro agradável mas também pelo convívio que se proporcionava no ritual da cozedura pão. Soube me tão bem olhar para estas imagens! Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Numa palavra Amiga Luísa:
    FABULOSO!!!
    Parabéns às mãos que fazem estas coisas!!!
    PS.: Obrigada pelas dicas...

    ResponderEliminar
  11. Tudo a preceito! Vão ficar uma delícia.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Que bom...
    Já fiquei com água na boca!!!
    Parabéns pelo fumeiro.
    Bjks

    ResponderEliminar
  13. Olá Luísa
    Tens alguma técnica pessoal para fazer fumo com a lenha, algum arbusto ou folhagem especial?
    Deve dar uma trabalheira alimentar um fumeiro com lenha.

    Boas curas!

    ResponderEliminar
  14. Isto é um verdadeiro fumeiro...
    Um dia destes vou mostrar-te um fumeiro transmontano ok? cada vez gosto mais do teu blog...
    Beijoquinhas fumarentas

    ResponderEliminar
  15. olá bom dia
    tornei-me tua seguidora, espero que não te importes.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Hummm eu e o meu marido gostamos tanto de farinheira!

    Maravilha!

    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Quando eu era catraio tinhamos assim um fumeiro. Ahhhh...bons tempos.....

    ResponderEliminar
  18. Adorei!e estão com um aspecto delicioso! Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  19. Obrigada a todos pelas vossas palavras!

    A ideia do fumeiro foi do meu marido, cuja família paterna é da Beira-baixa. Aí existia a casa do fumeiro, separada do forno e da lareira. A situação com a qual eu estava familiarizada desde criança era com o fumeiro dentro da chaminé, que alguns de vocês já referiram, ao modo alentejano.
    A lenha que usámos foi a de sobro. Não juntámos nenhumas plantas. Gostariamos de ter usado loureiro para aromatizar, mas o nosso está ainda tão pequeno que não nos atrevemos a cortá-lo para este fim.
    Não é necessária muita lenha para alimentar este fumeiro, visto que quase todo o fumo fica retido dentro do compartimento do fumeiro, ao contrário do que acontece com os fumeiros de chaminé.

    ResponderEliminar
  20. que maravilha!
    nunca tinha visto um... a minha sogra (e antigamente a minha mãe) quando mata o porco pendura as chouriças sobre uma fogueira durante uns dias

    ResponderEliminar