Páginas

06 fevereiro 2013

Bate Leve, Levemente...

.... como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.

Fomos ver, era um melro!
Batia com o bico no vidro como que se de um chamamento  para entrar se tratasse, como isso não surtia efeito, voava furiosamente contra a janela numa vã tentativa de entrar em casa.
Quando nos viu fugiu!


4 comentários:

  1. eheh também costumam aparecer por aqui :)

    ResponderEliminar
  2. Pequenas maravilhas da vida no campo :)

    Beijinho grande e bom fim de semana.
    Patricia.

    ResponderEliminar
  3. Olá, querida
    Tem toques tão suaves que fogem à nossa percepção mesmo... Lindo post!!!
    Bjm de paz e alegria

    ResponderEliminar