Páginas

18 janeiro 2012

Na Altura da Lua

Fisiologicamente falando, somos as mesmas mamíferas desde há milhares de anos a esta parte, desde a menarca à menopausa, mensalmente, como a Lua, lá vem ela, a menstruação. A poluição causada actualmente por cada mulher nos seus dias da lua é que não é a mesma. Durante milénios  as mulheres deixaram o seu sangue correr livremente ou para as suas roupas, a saias compridas com os vários saiotes ajudavam a esconder a altura da lua, algumas, poucas, fizeram os seus absorventes caseiros reutilizando pedaços de tecido. O primeiro, para nós que somos já tão civilizados, pode parecer um pouco bárbaro, mas a verdade é que sendo nós animais não é senão natural e a quantidade de fluxo menstrual mensal é diminuta, ao contrário do que se pensa, pode variar entre os 30 e os 80 ml. As nossas avós tinham muito menos menstruações do que nós, engravidavam e amamentavam mais.  A necessidade de "apanhar" o sangue surgiu com a Revolução Industrial com a necessidade de as mulheres darem a sua mão de obra em condições que até então eram impensáveis. Os absorventes começaram por ser de pano, reutilizáveis, mas rapidamente passaram a ser descartáveis. O impacto no ambiente dos pensos descartáveis e tampões é indescritível. Desde o cultivo do algodão utilizado, ao seu fabrico, à embalagem  e forros plásticos, transporte e por fim o lixo. Cada mulher usa 10.000  a 15.000 pensos ou tampões durante a sua vida!  Cada penso demora entre 400 a 800 anos a decompor-se!

Cá por casa, às vezes, uso o mooncup (que afinal é uma invenção anterior à II Guerra Mundial) outras pensos descartáveis.
Mas resolvi acabar de vez com os pensos descartáveis, fabricando os meus próprios pensos higiénicos com roupas de bebé dos meus filhos. Aproveitei as molas dos bodies para abotoar o penso à cueca e com o corpo fiz várias camadas de penso. Nos mais finos utilizei apenas o algodão dos bodies, nos maiores reutilizei uma toalha de bebé já muito gasta. Um babygrow muito velhinho servio de base ao penso. Os moldes? Os pensos descartáveis! Na próxima lua vou experimentar os primeiros para ver como funcionam e o que há a melhorar.
Por agora este foi o resultado:
as várias camadas do penso maior

camadas cosidas por dois níveis

o primeiro penso grande pronto

camadas dos pensos mais pequenos

primeiro penso pronto

19 comentários:

  1. Uau, definitivamente algo a fazer assim que os meus pensos de pano começarem a ficar velhinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Caramba, esta tua cabecinha está sempre a trabalhar!
    Confesso que estes pensos em pano não me seduzem, mas não deixa de ser muito interessante e as tuas criações estão fantásticas.

    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Excelente ideia. Também tenho pensos reutilizáveis, comprados há alguns anos num site de produtos ecológicos. Como são grossos, uso-os apenas para dormir ou nos dias em que não saio de casa...

    ResponderEliminar
  4. Essa cabecinha não pára!

    :)

    Vejam só que bem feito que fica!
    É um caso a pensar!!!

    ResponderEliminar
  5. Olá Luisa! És simplesmente genial! Adorei o pormenor das molas dos bodys! Ainda hoje colocava uma alface de molho em água e vinagre (depois aproveito a água para lavar a cozinha), e pensei: "tenho que ir ao blog da Luisa tirar a receita do sabão" pois cá em casa uso sabão azul e branco para quase tudo (lavagens). E quando te visito encontro sempre supresas muito ecológicas e uteis!
    Um beijinho,
    Elisabete

    ResponderEliminar
  6. é engenhoso!!! A minha única dúvida é se será confortável! Ainda me lembro de como eram os primeiros pensos descartáveis (grossos como tudo) que foram comercializados cá em portugal (lembro-me das minhas tias e da minha mãe usarem) e não pareciam nada convidativos! :P Fico à espera de saber como correu o 'test drive'! ;)

    ResponderEliminar
  7. Acho fantástico! A minha avó usava desses e resultavam!
    Muito criativo, sim senhora!

    ResponderEliminar
  8. :) que ideia :)

    agora resta saber e são confortáveis :)

    bjs

    ResponderEliminar
  9. Acho a tua iniciativa muito interessante e nao duvido que os resultados correspondam às expectativas.

    ResponderEliminar
  10. Para quem tem pouco fluxo e está em casa (ou tem uma wc sempre por perto) é uma boa opção. Na minha família as mulheres usaram toalhinhas turcas e sempre ouvi a minha mãe queixar-se que a coisa não resultava. Fugas, repasses, ... Mas é como digo, tudo depende da quantidade do fluxo.
    A ideia é óptima, ficamos a aguardar os resultados da experiência!

    ResponderEliminar
  11. Não sei se serão práticos (depois conta) mas acho que para mulheres como eu que tenho de ter sempre aqueles enormes de noite, e ás vezes coloco dois subrepostos pois só nos ultimos dias o fluxo é menos, não sei se dará resultado.
    Fico á espera que contes...
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  12. Lembraste de cada coisa! E sempre a acompanhar com informação para nos situarmos :) É bem verdade que os pensos higiénicos, assim como as fraldas descartáveis, poluem bastante, mas não sei se me adaptaria a usa-los...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. É o que a lua nos faz! ;)

    Beijinhos, adoro a tua cabecinha pensadora

    Beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  14. Tenho as minhas dúvidas se será prático, para uma pessoa como eu que sai de manhã para trabalhar e só volta à noite, seria um pouco arriscado :) e depois para lavar também não será facil, pois as nodoas de sangue são tão dificeis de tirar ... mas fico a aguardar o resultado
    Cláudia

    ResponderEliminar
  15. Olá. Eu comprei os meus na Lunapads.com. O material é como as camisolas de malha polar, finos e muito confortáveis. Com este, já é o 3 mês que uso e estou muito contente. A lavagem é simples, ponho-os de molho e depois lavo-os normalmente com a outra roupa e ficam impecáveis.Eu tenho pouco fluxo mas também há opções para quem tem fluxos mais moderados. É tudo uma questão de hábito. Recomendo.

    Bjs

    Clara

    ResponderEliminar
  16. Excelente ideia. Já os vi à venda em lojas de produtos naturais, mas os teus são muito mais bonitos!

    ResponderEliminar
  17. Olá

    A ideia é boa mas, perigosa para quem usa calças justas e clarinhas.
    Também acho complicado lavá-los se não forem logo colocados em água porque as nodoas de sangue são difíceis de retirar mas, acredito que quem possa recorrer de forma rápida ao wc, use saias e tenha um fluxo pequeno, pode aproveitar a ideia e contibuir para a economia doméstica e para o bem do ambiente.
    Eu só os uso para a noite.
    Bjs

    Isa

    ResponderEliminar
  18. Adorei a ideia, eu estava atrás mesmo de um molde para faser aqui em casa, obrigada por compartilhar, e vou ficando por aqui viu...bfs para vocês...

    ResponderEliminar
  19. Fantástico, ecológico, criativo e maravilhoso.

    ResponderEliminar