Páginas

28 novembro 2011

Um Novo Espírito de Natal

Demos início à época natalícia com a decoração da árvore de Natal.
Já rescrevi este post vezes sem fim. Queria escrever alguma coisa sobre o espírito de natal mas a verdade é que ele não está em mim. Há anos que se tem vindo a desvanecer e este ano não o consigo encontrar. Se não fosse uma ida ao supermercado, que se encontrava todo decorado,  nem me lembrava que já estamos a entrar na quadra natalícia. Este acontecimento deixou-me a pensar se o Natal como nós o sentimos actualmente não será uma falácia, criada por outros para nos levar a consumir produtos que não precisamos? Em lugar de estar centrado na reunião das pessoas que nos são queridas, família e amigos?
Sinto uma urgência de reinventar o Natal... Por isso, este ano, o meu advento vai centrar-se na busca de significado desta festa.

14 comentários:

  1. Este ano nem um presente comprei... Pensei ser eu a fazer os poucos presentes que costumo oferecer, mas de momento o que quero mesmo é que possamos reunir a família, como fazemos todos os anos, e que os miúdos possam mais uma vez estar juntos e bem. Gosto das comidinhas natalícias :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Este ano nem o meu filho tenho ao pé de mim :( Vou comprar apenas para os mais pequenos ( ou seja o meu sobrinho) e o resto faço eu. Gosto de fazer bolos para os partilhar em família :) Acho que sim , deve-se reinventar o Natal e cada vez mais acredito nisso!

    ResponderEliminar
  3. Por cá as decorações ainda não começaram.
    E este post poderia muito bem ter sido escrito por mim ...

    Bjinho
    MB

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente contigo e com todos os comentários anteriores.

    Este ano ainda não comprei nenhum presente (só vou comprar para os meus filhos, e vão ser coisas úteis). O ano passado por esta altura já tinha os presentes todos comprados, já tinha decorado a árvore... Vamos montá-la no feriado e não gastarei dinheiro em novas decorações.

    Gostava tanto que fosse tudo diferente. Dou-me conta que a maioria dos presentes que comprei o ano passado, nem recebi um agradecimento, nem vi as pessoas a abri-los... Que piada é que isso tem?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Eu anseio pelo natal pelo simples facto dos meus pais virem a Portugal, estou com eles 2 vezes por ano, nas férias do verão e no natal.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  6. O Natal tornou-se tão artificial... Ainda me lembro de quando a minha mãe fazia as decorações com ramos, flores e musgo, o cheiro do bolo de figos que invadia a casa, aquela sensação aconchegante de cheiro a pinheiro e café quente feito ao lume...

    ResponderEliminar
  7. Também ainda não comprei presentes nem coloquei enfeites e não sinto o tal espírito de Natal de que falas...
    Também eu busco por ele porque cada vez mais me parece algo forçado e 'inventado'...
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  8. É isso mesmo Luísa!!
    Isso é que nos está a faltar, fazer nascer o espírito natalício afinal a magia do natal está no que se sente e não no monte de presentes e dinheiro que se gasta.

    As pessoas andam a confundir a crise e o não poder comprar presentes, e ficam tristes e desanimadas!!! Quando o natal não é nada disso!

    O natal é sentimento
    É família
    É magia
    É as coisas deliciosas que se comem
    É luz

    Enfim...
    Tenho dito!

    :)

    Eu quero manter isso em casa.
    O espírito de natal.
    Apenas isso...

    ResponderEliminar
  9. Para mim, o Natal é a celebração do nascimento de Jesus. Nem sempre foi assim, mas dei comigo a pensar como é que quero que o meu filho sinta o que é o Natal, pelo que quero estar em família a pensar o que Cristo significa para mim. Será que me sinto em Cristo (Amor)? Faz sentido para ti, querida Luísa?

    ResponderEliminar
  10. Olá Luísa!
    Adorei a foto da pequena "em pontas"! Quanto ao Natal, também sinto essa futilidade que lhe está associada. E desde o ano passado procuro criar novas tradições na família relacionadas com a verdadeira celebração do Natal - Cristo!(para nós faz sentido que somos activamente religiosos) Mas para quem não é, acho que se podem criar tradições familiares relacionadas com o amor ao próximo, solidariedade e generosidade.
    bjs
    sou fã do seu blog e de ED!
    Paula P.

    ResponderEliminar
  11. Poupadinha: :-)

    Laura: Do fundo do coração espero que o teu desejo se concretize.

    Libelhinha: Imagino que não deva ser fácil dar sentido ao Natal sem o filhote por perto...

    Marta: por cá só temos ainda a árvore....

    Carla: é realmente pena as coisas não serem diferentes...

    Tavares: Um excelente motivo por ansiar pelo Natal :-)

    Flor de Lima: Os cheiros, os cheiros... agora lembrei-me do cheiro que o pinheiro verdadeiro emanava pela casa :-)

    Gaspas: Um brinda à família ;-)

    Algures no Oeste: É isso é... é tudo uma grande invenção :-S

    An@: E disseste muito bem :-)

    Carla: querida Carla que bonito e inspirador pensares dessa forma :-) Eu ainda procuro o sentido ....

    Paula P. - Obrigada pelas palavras! Amor,solidariedade e generosidade... este trio faz todo o sentido para mim :-D

    ResponderEliminar
  12. Tão fofinha a menina em pontinhas dos pés :)

    Quanto ao Natal,este ano está a ter um significado especial, a L.da-se conta do Natal,quis escrever uma carta ao pai natal,está ansiosa por enfeitar a casa está sempre a perguntar coisas relacionadas com a quadra...até já me perguntou se vai ter de comer bacalhau ou se pode comer só um ovinho :)

    Bj

    ResponderEliminar