Páginas

18 outubro 2011

Eu seria uma bruxa...

... se para isso contasse  o número de aranhas em casa. Tenho-a, no lado de fora, repleta de teias e das respectivas donas, as aranhas. Há para todos os gostos, tamanhos e feitios e eu que sou um "bocadinho" aracnofóba tenho momentos de "terror puro", que tento controlar por causa das crianças. Mas apesar deste medo infundado, para quem morou a vida toda num apartamento onde as aranhas que coexistem conosco são tão pequenas como a cabeça de um alfinete, tenho-me adaptado muito bem. Estou a começar a apreciar a sua beleza e a ter algum encantamento por elas, sempre a uma distância de segurança, claro.  Temos observado as diferentes espécies que existem nas paredes da nossa casa e temos identificado algumas com a ajuda do Aracnologia de Portugal. Nunca pensei dizer isto, mas existe uma vantagem de ter aranhas por perto, elas "caçam" moscas, melgas, mosquitos e companhia. Apesar desta minha crescente "amizade" existe um sítio onde não lhes dou tréguas, dentro de casa.

12 comentários:

  1. Ai! A vida boa do campo! Volta e meia lá ando eu a tentar apanhar todos os aranhiços que povoam os cantos da casa.
    Ah, a aranha da foto é muito bonita mas não a queria nem pintada perto de mim! :P
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Pode ter certeza que elas fazem bem em estar por perto, comendo os insetos indesejáveis...

    ResponderEliminar
  3. eu não moro no campo mas como temos quintal também temos alguma dessa vizinhança. em casa temos uma aranha no tecto da cozinha, por cá é uma espécie conhecida precisamente por papa-moscas e há conta disso tem-se safado de ser expulsa...
    beijocas

    ResponderEliminar
  4. Eu detesto-as!!!! E desde que vim para o Alentejo tive de me habituar a elas mas continuo adar lhes umas vassouradas ...

    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  5. A da foto é um bonito exemplar! Ainda assim, por mim também podem ficar longe. O que me arrepia mesmo são os gafanhotos... Quase que os odeio :)

    ResponderEliminar
  6. Eu também faço vista grossa a uma aranha que vive por cima do armários da cozinha porque, coincidência ou não, desde que me apercebi da sua existência, notei menos moscas...
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Ai que só de ver me arrepio!

    Eu e elas não nos damos muito bem também!!!

    Não tenho grande simpatia por elas seja lá que tipo for...

    Hoje vou fugir daqui

    bahhhhhhhhhhhhhhhhhh

    ResponderEliminar
  8. Luísaaaa!! Mais o que é isso?? Valha-te Deus!!
    Que aranha assustadora, arrepio-me só de ver, kkkkk...

    Eu já sabia que elas afastam muitos insectos, mas isso não faz delas seres simpáticos.
    Meu filho tem pavor e eu igual, no entanto, em caso de invasão em casa, sou eu quem caço a dita cuja, rsrsrsrs...

    Amo a vida no campo, mas aranhas não, por favor!!!!

    Beijokinhas.

    ResponderEliminar
  9. Por aqui há uma altura que as araham me entram mais em casa, por acaso não é agora. Mas as especies por cá não variam muito, umas 2 ou 3... uma delas grandona e uma outra vermelha!!!

    Agora estou na época das moscas, melgas e umas baratas minusculas.... grrrr... até me passo!

    Enfim, viver no campo é bom!

    ResponderEliminar
  10. Boa tarde Luísa!
    Tem aí um lindo exemplar e muita sorte em tê-lo por perto. É uma das nossas aranhas mais bonitas e significa que tem verde nas proximidades, uma vez que elas fazem a teia em arbusto. A espécie é Argiope bruennichi. Poderá vê-la aqui: http://naturdata.com/Argiope-bruennichi-13038.htm . Tem aranhas e muito mais.
    Beijinho e parabéns pelo blog!
    Liliana Vinagre

    ResponderEliminar
  11. Tinha uma igualzinha nos meus alecrins, muitas vezes eu e os miúdos íamos visitá-la porque a achávamos muito bonita, fico a saber que tipo de aranha é, há pouco tempo desapareceu.

    ResponderEliminar