Páginas

17 maio 2011

Corre, Corre, Cabacinha

Hoje foi o dia de semear cabaças. Tinhamos uma cabaça que nos tinha sido dada, ainda com sementes. Cortámos a parte suprerior e retirámos as sementes do seu interior, agora vamos aproveitar a cabaça para fazer um cantil. A minha avó utílizava as cabaças como caixas para guardar coisas. Cortadas em cima davam para guardar líquidos, cortadas em baixo davam para guardar sal, sementes, açúcar, etc... As tampas eram feitas de cortiça.  No Outono, se todas as sementes germinarem, espero ter muitas cabaças para transformar em recipientes naturais para guardar alimentos.
A história do dia cá por casa, como não podia deixar de ser, foi "Corre, Corre, Cabacinha".

15 comentários:

  1. Olha que giro! Que inspirador... ;)

    ResponderEliminar
  2. O meu pai tem 2 cabaças lá em casa.

    Até têm umas formas todas engraçadas, são enormes.

    Mas a tua ideia é bem gira.

    Beijokas

    ResponderEliminar
  3. Eu adorava encontrar desses sementes por estes lados para semear mas não encontro :( Mas são lindas e realmente uma ideia fantastica :)

    ResponderEliminar
  4. Que lindas que são as cabaças.:)

    Meu pai chegou a ter mas aprodeceram passado algum tempo e ele acabou por desistir.

    Lembro-me de minha avó ter algumas bem bonitas, todas envernizadas.

    Boa semana!
    Beijinhos da Formiguinha

    ResponderEliminar
  5. Como sempre tens uns projectos girissimos e encantadores...

    bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  6. Como sempre tens uns projectos girissimos e encantadores...

    bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  7. Mais uma ideia fabulosa Luísa, as cabaças são muito úteis e amigas do ambiente, podem servir-te na cozinha e na decoração.

    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  8. Que inspiração tão Natural.
    Uma boa forma de união com a Natureza.

    ResponderEliminar
  9. Onde arranjas estas histórias lindas? Por cá tb vamos ter cabaças ;) boa ideia para recipientes?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Que giro!!!

    Pensei que se semeavam em Março :) Mas tb nunca semeei nenhuma!

    bom fds :)

    ResponderEliminar
  11. Que saudades que eu já tenho das noticias dessa horta encantada.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Nós também semeamos cabaças (sempre pensei que em Português eram abovoras) e também temos esse livro, adoramos!!

    Um beijinho muito grande
    m*

    ResponderEliminar
  13. Olá minha querida!!!

    Tudo bem por aí??
    Espero que estejam todos bem.

    Mil beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Precisava de umas dicas sobre secar cabaças.
    No ano passado comprei uma tão linda e que acabou por apodrecer.
    Luísa um post estilo "Cabaças para Dummies" vinha mesmo a calhar :)

    ResponderEliminar
  15. Olá! Parabéns pelo teu blog. A história da cabacinha já a contava a minha avó à minha mãe, portanto é uma história antiga, com mais de 70 anos (pelo menos). Adorava quando a minha mãe me contava esta história, com os meus 4 ou 5 anos. Que recordação... Que nostalgia...
    Sílvia

    ResponderEliminar