Páginas

14 abril 2011

O Rouxinol

Nunca tinha ouvido um rouxinol, até há 3 noites atrás. Era já noite quando fui ao quintal e  do silêncio se destacava uma maravilhosa melodia vinda de umas árvores perto. Era um rouxinol! Apesar de não o termos ainda visto o seu som é iconfundível. Agora todas as noites temos ouvido o seu magnífico canto, que começa ao final do dia e vai pela madrugada dentro até à manhã.
As crianças adoraram ouvir o rouxinol e o conto à hora de dormir foi "O Rouxinol" de Hans Christian Andersen.
Espero, hoje à noite, ter oportunidade de ouvir o rouxinol mais uma vez.

8 comentários:

  1. Olá minha querida!!

    Vejo que tiveste um visitante de canto afinado :)
    Os rouxinóis são raros de se vê,mas o seu canto é fabuloso.

    Julgava que não existissem em Portugal, mas na migração fazem uns passeios por cá, de abril a agosto, mais ou menos.

    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  2. Deve ser tão bom...
    Mais um dos previlegios de viver no Campo...
    Bjks

    ResponderEliminar
  3. Quando somos visitados pelos pássaros somos muito abençoados ;)

    ResponderEliminar
  4. Que giro... eu também nunca ouvi :(

    Como é maravilhoso viver no campo!

    Eu também gostava!

    beijos

    ResponderEliminar
  5. Que giro, este post fez-me lembrar que quando eu era criança ofereceram um rouxinol à minha mãe, que o colocou numa gaiola. Sinceramente eu na altura achava-o insuportável, pois não parava de "cantar", mas passado uns tempos morreu e eu senti tanto a sua falta.
    Agora fiquei com vontade de ver e ouvir um.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Nunca ouvi um rouxinol.:(

    Já disse que também quero ir para o campo?!! Cada vez penso mais nisso.

    ResponderEliminar
  7. Venho aqui armada em Rouxinal, assobiar ao teu ouvido:
    BCFV
    BCFV
    B
    C
    F
    V
    (é música)!
    E é hoje o "concerto" :)
    Beijinhos repenicados,
    Rute

    ResponderEliminar