Páginas

21 dezembro 2010

Solstício de Inverno

O INVERNO

Velho, velho, velho.
Chegou o Inverno.

Vem de sobretudo,
Vem de cachecol,
O chão onde passa
Parece um lençol.

Esqueceu as luvas
Perto do fogão:
Quando as procurou,
Roubara-as um cão.

Com medo do frio
Encosta-se a nós:
Dai-lhe café quente
Senão perde a voz.

Velho, velho, velho.
Chegou o Inverno.

In "Aquela Nuvem e Outras"
Eugénio de Andrade
1923 – 2005 


7 comentários:

  1. Que bonito poema .
    O Inverno chegou e veio com força, pois o frio e a chuva estão aí...

    Bjinhos e Feliz Natal,

    Rita

    ResponderEliminar
  2. Nossa, lindo poema...
    Adoro o inverno...
    Mas aqui esta um sol infernal.

    ResponderEliminar
  3. Lindo!

    Aqui já choveu e bem... deve ser para abençoar a chegada do Inverno!

    Eh eh

    Beijos
    Um dia feliz

    ResponderEliminar
  4. Que poema tão bonito, uma bela vénia ao inverno!

    Aqui por Lisboa o inverno está bravo, frio, chuva e vento.

    Meus "rapazes" foram ontem pra cima buscar meus sogros e a avó do meu marido, famelga está quase a chegar :)
    Fico preocupada com a viagem, o tempo não ajuda.

    Beijinho grande minha querida, espero que estejas a passar esta quadra natalícia com muita Paz :)

    ResponderEliminar
  5. Belo Poema ao Senhor Inverno.

    Que chegue mansinho e com paz, sem
    intempéries nem desgraças.
    Só chuva, que é precisa, e pouco
    frio. Dispenso o vento e trovoada
    (que morro de medo).

    Beijinhos e bom dia!

    ResponderEliminar
  6. É verdade, hoje começa o Inverno. Se não fosses tu nem me lembrava...
    Que lindo poema e que linda foto...
    Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Que poema fantástico! Simples para as crianças... :)

    ResponderEliminar