Páginas

28 dezembro 2010

Lápis de Cera de Abelhas (1ª Experiência)

Fizemos uns lápis de cera novos. Usámos cera de abelha e como pigmento o interior de uns lápis de cor que se estavam literalmente a desfazer.
Abrimos os lápis que ainda não estavam abertos e retiramos a mina colorida do interior.  Depois tentámos reduzi-la a pó. Usámos um moinho de café mas o resultado não foi o esperado. O pigmento ficou muito grosseiro e houve necessidade de usar um almofariz para ajudar a reduzir a pó, mesmo assim foi difícil, a mina era duríssima. Depois derretemos a cera de abelha, juntámos o pigmento e colocámos num molde de silicone.
O resultado visual foi bastante agradável, no entanto os lápis não pintam quase nada. O pigmento usado não foi suficiente. Vamos ter que fazer novas experiências, provavelmente vamos derreter os lápis e juntar mais pigmento.
                                   

10 comentários:

  1. Luísa, que belo trabalho.
    É com as experiências que se aprende! Desde que se tenha força de vontade, tudo se alcança.
    Acho que a tua ideia para o passo seguinte é muito boa, no entanto, se ficar fraco, tenta experimentar, pó colorante, à venda em drogarias.
    Imagino o cheirinho dos lápis... hummm...

    ResponderEliminar
  2. Que espetáculo!
    Luísa, és a minha heroina!
    Tenho tudo o que é preciso para reproduzir a experiência, cera, lápis e molde!!
    Vou ver se aproveito esta época mais sossegada para criar!
    Beijinhos e boas saídas de 2010, óptimas entradas em 2011.
    Próspero ano novo.
    Rute

    ResponderEliminar
  3. Adoro tudo o que fazes, realmente é pena não escreverm bem, mas para a proxima aposto q ficam melhores :D

    ResponderEliminar
  4. Que pena!
    Realmente o resultado visual ficou fantástico.

    Mas valeu pela experiência e o envolvimento familiar nesta aventura caseira :)

    Da próxima fica bem!

    Beijinho grande para vocês e votos de um dia feliz!

    ResponderEliminar
  5. Ficou muito bonito, pena que não coloriram...

    ResponderEliminar
  6. Maravilha!!
    Pena não escreverem mas para a próxima consegues...

    Bjokinhas,


    Rita

    ResponderEliminar
  7. Vocês fazem coisas maravilhosas!

    Espectáculo!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Que belos lápis, deve ser dificil o pó incorporar no mel, digo eu que não percebo nada disto :-)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  9. Que interessante...e se em vez de minas coloridas lhe juntares pigmentos naturais?
    Não percebo nada, mas lembro-me de ver no Museu de Gutenberg esses tais pigmentos, oriundos de flores esmagadas, especiarias, e até pedras coloridas, também esmagadas. E gema de ovo!
    Era assim que escreviam e coloriam os livros. Portanto funcionava!
    Agora misturado com cera...não sei se funcionará.

    ResponderEliminar