Páginas

17 abril 2015

248 de 365 Dias da Horta Encantada

Diálogos matinais com ele:
- Mãe eu não sei desenhar. Os meus desenhos são feios.
Olhei para ele e pensei como o poderia ajudar a superar este receio. Lembrei-me de lhe mostrar as pinturas de Jackson Pollock. Observou-as espantado. Sentou-se com a sua folha para desenhar, olhou para ela levantou-se e entregou-ma dizendo:
- O meu desenho! - disse esticando-me a folha- é invisível!

Acho que percebeu que na actualidade vale mais um bom conceito do que uma boa obra.


Sem comentários:

Enviar um comentário