Páginas

03 novembro 2014

85 de 365 Dias da Horta Encantada

"Porque somos seres imperfeitos. Não somos, vamos sendo. A filosofia alentejana é a a melhor do mundo, é um verbo: “ir sendo”. E estamos sempre em transformação. As pessoas atordoam-se com ídolos, atordoam-se com realizações de nada, fixam-se, não viajam. A vida é mística, e o místico é aquele que nunca pode parar porque o seu desejo é mesmo de infinito. As pessoas chegam a determinada altura, incorporam esse desejo e transformam o infinito numa porcaria. De serem ministro, de serem presidente. Não em estilo de serviço – isso acho bem, a política deve ser reabilitada. O que é que há de mais importante para nós? O que é que nos realiza mais? As pessoas perdem-se. Idolatram coisas que não valem um corno, como dizem na minha terra, e pronto." 
Frei Bento Domingues
Pública de 24 de Julho de 2011

Sem comentários:

Enviar um comentário